04/07/15

E tempo para ler, senhores?


Sempre tive o gosto pela leitura. Começou com os livros de "Uma aventura", mais tarde os livros do Harry Potter e, por fim, os romances. Os clássicos ou os mais modernos. As férias de Verão eram óptimas para os livros e muitos deles ficavam cheios de areia da praia. 

No último ano, o meu gostou diversificou. Enquanto dantes lia apenas romances - os chamados novel- agora acabam por entrar livros técnicos de desenvolvimento pessoal, de neurociência e claro... o meu pedacinho de ficção. Sabem aquelas pessoas que se envolvem demasiado com as personagens e com a história? That's me. Se for preciso, até sonho com o enredo e interajo com a protagonista. 

A questão aqui é onde vou arranjar tempo para ler todos estes livros. Uns vão a meio, outros por começar. No entanto, a vontade de ler estes malandros é muita. Portanto... é uma questão de organização. Que comece a saga da leitura. 

E por aí? Que livros andam a ler? 

3 comentários:

  1. Este ano também tenho tido pouco tempo para ler :/ por agora, ando a tentar acabar «És o meu destino», de Lesley Pearse

    r: Venham eles!

    Sim, é :) já tinha provado o black e adorei (é o meu favorito), mas andava curiosa para saber como é o pink. Como tinha receio de não gostar acabei por comprar dos mini e valeu a pena. É realmente bom.

    ResponderEliminar
  2. Eu ando a ler «Laços que Perduram» do Sparks :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. r: não tenho nenhuma foto de como estava antes porque só depois de o cortar é que me lembrei de que podia ter tirado para comparar :( só tenho já com ele cortado

      Eliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogues à mesa

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo