27/10/15

O que os outros dizem

                                           Jennifer Morrison

Ainda me lembro quando pensava em pânico nas dores que iria sentir quando colocasse o aparelho... que todos os meses haveria uma semana em que só iria conseguir comer papas e iogurtes. A minha madrinha dizia apenas para não ligar ao que os outros diziam, porque cada um é como é. Devia ter-lhe dado ouvidos. É que ela parece acertar sempre e, nas alturas mais cruciais, as palavras delas ecoam-me na mente. 

Há um ano atrás, chegou a minha vez. Coloquei o aparelho e quando cheguei a casa andava toda feliz a pensar que de facto estava a fazer uma tempestade num copo de água. Ainda fiz torradas para o lanche!  O problema veio no dia seguinte... quando acordei parecia  que tinha levado um murro na boca. Foi das raras vezes que senti dores. Todos os meses com a manutenção nunca senti nada. Talvez um dente ligeiramente dorido mas ao fim de 2-3 dias era como se nada tivesse acontecido. Perguntei inclusive à Dra. se era normal eu não sentir dores nenhumas - eu sei, devo ter parecido um niquinho de nada masoquista. Ela disse que sim, que estava tudo bem. 

Com isto tudo, não tenho como objectivo fazer publicidade aos aparelhos ortodônticos. A parte mais importante foi mesmo o que a minha madrinha disse: cada um é como é. Aquilo que aconteceu ao fulano x não significa que te vá acontecer a ti também. Tanto para o bem como para o mal. Neste caso, pensar que vou ficar com um sorriso parecido com o da Jennifer já me deixa feliz (ou parecido, vá não desmoralizem aqui a je). Resumindo e concluindo: dêem ouvidos às vossas madrinhas.

12 comentários:

  1. No dia em que eu estive a dar ouvidos à minha madrinha certamente estou à beira de um suicídio!!! Mas ainda bem que a tua madrinha é uma madrinha de jeito e até tem razão :p

    ResponderEliminar
  2. Ahahah as madrinhas tem sempre razão! :p vá nem sempre... mas continuarei a dar te os melhores conselhos que tiver <3

    ResponderEliminar
  3. A tua madrinha tem toda a razão! Temos muito a tendência de achar que se aconteceu a x também nos vai acontecer, mas isso nem sempre é assim. Somos todos diferentes e a forma como o nosso corpo responde é igualmente distinta.

    r: Desde pequena que digo que quero ser educadora e escritora. São duas áreas que me fascinam e que acho que também se conseguem relacionar :)

    ResponderEliminar
  4. Neste aspeto a tua madrinha tem razão, tens que lhe dar ouvidos, nem sempre o que acontece a uns vai acontecer a outros! :)

    xoxo, Sofia Pinto
    Last Post ♥

    ResponderEliminar
  5. A tua madrinha tem a maior razão do mundo, porque se acontece aos outros não significa que nos irá acontecer a nós. Cada pessoa é diferente :)

    ResponderEliminar
  6. A tua madrinha tinha mesmo razão. Cada caso é um caso, e nem todos sofremos o mesmoo :)

    R: Esses nunca vi precisamente por essa razão! Sempre me disseram que eram muitos tristes.

    ResponderEliminar
  7. Sim, cada um é como cada qual... sobretudo no que diz respeito a uma coisa tão relativa como a dor.

    Espero que consigas o sorriso que queres (;

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, se não somos os donos da razão, alguém tem que nos mostrar o outro lado da razão, certo é que depois do aparelho dois sorrisos encantam, os dos lábios e os dos olhos.
    AG

    ResponderEliminar
  9. Eu nunca usei mas acho que vale o sacrifício.

    ResponderEliminar
  10. Muito, muito obrigado <3<3 Sem dúvida que agora a sensação é libertadora. Já não terei mais desses problemas, felizmente :P

    AHAHAH não vais acreditar!!! Coloquei aparelho há duas semanas e estou a adorar xD

    NEW WISHLIST POST | Halloween plus Black Wishlist
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  11. Eu adorei ver-me de aparelho. Mas deu-me dores horríveis, especialmente o inferior. E mais estranho que as dores foi a sensação de ter a boca "cheia de coisas" ao início!

    ResponderEliminar
  12. quando ia ao dentista apertar o aparelho doía-me :/ mas de resto fez-se bem, tive uns quatro eles com ele!

    ResponderEliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo