06/11/15

Para os que estão longe


Este curto parágrafo é para todos aqueles que têm alguém especial longe de vocês... seja noutra cidade, noutro país ou noutro hemisfério. Ou até à distância de meia hora  de carro, vá. Sabem... percebi que aqueles que realmente importam estarão tatuados no nosso espírito para sempre. Não importa se não falam com a pessoa com frequência, se só a vêem algumas vezes por ano... porque ela é a VOSSA pessoa, no matter what. E eu sei, as saudades são uma coisa tramada... mas fazem parte da natureza humana. Mostra que sentimos. 

12 comentários:

  1. A quem o dizes, mas realmente não há distancia alguma que faça esquecer quem é "nosso". :)

    ResponderEliminar
  2. Não conseguiria ter um namorado longe, mas tenho uma prima muito querida no UK :)

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  3. Eu também continuo muito fã da nivea no que concerne a cremes de corpo... Se bem que já me desiludi com alguns!!
    Ohn, eu é que agradeço, de coração, todo o carinho :')

    Em relação ao texto: não poderia concordar mais. Quando se gosta arranja-se sempre forma de colmatar a distância. Por muito difícil que seja :)

    NEW FASHION POST | BALMAIN x H&M Wishes
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  4. Não temos saudades daqueles que não nos dizem algo. As saudades, por muito que magoem, são a prova de que aquela(s) pessoa(s) é especial(ais).
    Concordo contigo!

    r: Muito, muito obrigada. É mesmo gratificante ler isso *.*

    ResponderEliminar
  5. que lindas palavras!! adorei o post :) beijinho

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito de ler... no meu caso, ter saudades já faz parte da minha rotina

    ResponderEliminar
  7. Uma vez li algo deste género: as saudades são a prova de que valeu a pena :) nunca mais me esqueci e quando sinto saudades dá-me alento pensar nesta frase

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde,

    "Saudade não é só passado
    Saudade também é porvir
    Dá saudade pensar no abraço
    Que não pode mais ser dado
    Na saudade me desfaço
    Na saudade hei de me reconstruir
    Dá saudade, dói
    Não lembrar da última vez que fui abraçado
    A saudade me toma espaço
    A saudade é um mal bom de sentir
    A saudade é um bem que corrói."

    Desconheço o autor

    AG

    ResponderEliminar
  9. Tens toda a razão. Tenho uma grande amiga longe mas nada muda, a amizade é sempre igual.

    ResponderEliminar
  10. Concordo totalmente com este texto e sei perfeitamente que existem amizades que resistem à distância, aliás tenho muitas amigas que só vejo uma vez por ano, mas continuam a ser das melhores.

    ResponderEliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo