30/10/16

Eu e a comida


Eu sempre fui daquelas pessoas que basicamente punha tudo à boca e gordura nem vê-la. Contudo, - e antes de me rogarem uma praga - dizem que com o passar do tempo o metabolismo deixa de ser assim e é bem verdade. Já acrescentei uns quilinhos aos 48 que tinha, não estou gorda mas, se continuar a comer porcarias... para lá caminho. 

Primeiro, os doces. São a minha perdição e é onde tenho de trabalhar mais. Sobremesas e snacks cobertos de açúcar foram riscados da minha lista. Só muito ocasionalmente, vá. Legumes, fruta e bolachas com pouco açúcar são mais que bem-vindos. É que eu até me porto bem nas refeições mas, durante o dia petisco imenso e... não vou para as coisas boas. 

Segundo, exercício. Piscina, caminhadas, abdominais. Acima de tudo, quero fazer disto estilo de vida. Não vai ser fácil, de todo. Há dias em que a preguiça fala mais alto, mas no fim de contas... a saúde vale mais, não?

Alguma dica que queiram partilhar comigo? :-)

 

8 comentários:

  1. A Saúde vale sempre pensar nela. É como disseste é ter cuidado com o que se come nas horas " mortas", ai é todo o cuidado é pouco, Basta ter força de vontade e querer muito eliminar essas supostas" porcarias". Força linda tu consegues tudo depende de ti.Beijokas :)
    ❤ Célia Santiago
    Diário Feminino
    FacebookInstagramYouTube

    ResponderEliminar
  2. Eu sou o oposto, tenho que ter muito cuidado com o que como porque engordo muito facilmente. Nunca fui obesa, mas houve ali uns anos na minha adolescência em que andei mais redondinha =P Tento sempre comer bem, detesto ter fome, mas optar por coisas saudáveis. Alimentos saudáveis e de boa qualidade, hidratos de carbono complexos, muitos legumes... e pronto, de vez em quando sobra espaço para uma asneirita =P

    ResponderEliminar
  3. Ahhhh sofro do mesmo mal, antes podia comer tudo, agora parece que engordo só com o ar ahahaha. Eu tento beber muita agua e fazer exercício regularmente!

    http://fashionwalkinbrussels.blogspot.lu

    ResponderEliminar
  4. É isso mesmo! Pela nossa saúde, temos que conseguir

    ResponderEliminar
  5. Não tenho nenhuma dica para ti porque, basicamente, como tudo o que me apetece sem pensar em caloiras e sou a pessoa mais preguiçosa que possas imaginar. Mas sim, é verdade, o nosso metabolismo não pode ser bom para sempre e, em breve, terei que ter mais cuidado com o que meto na pança. Se bem que, para já, enquanto posso comer de tudo, o que eu quero é comer sem remorsos! =P
    Acho que o pior é mesmo o início, em que tens que te habituar a uma nova rotina de alimentação e exercício. Diria para começares com calma, e sem te privares. Recomendo ires a um nutricionista, porque cada corpo é diferente e nenhum reage da mesma maneira. Um profissional irá, com certeza, ajudar-te a descobrir o que te faz pior e melhor, e de que forma podes ser mais saudável, mas igualmente feliz sem "fechar a boca" =)
    ****

    ResponderEliminar
  6. Claro. Isso é perfeitamente compreensível :D

    Acho que não deves fazer restrições de nada :)

    NEW TIPS POST | Brittle Nails: The Solution.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  7. Nem me fales em quilos a mais... Eu já eliminei 12.5kg mas ainda me faltam 10... Não é fácil... Nada fácil...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Muita força nesta mudança de estilo de vida! Tenta fazê-lo gradualmente, começa por deixar de comer tão regularmente esses guilty snacks e depois, aos poucos, vai retirando-os ou substituindo por outros mais saudáveis.

    My Own Anatomy ♡

    ResponderEliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo