16/08/17

4 comentários:

  1. Nunca vi, mas como qualquer boa série tem de chegar ao fim. As que eu acompanho estão todas a acabar, por alguma razão.

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi, só conheço mesmo de nome, mas custa quando as nossas séries chegam ao fim!

    r: Muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  3. Mesmo eu não sendo do meio,
    Nem do ramo, curto o espaço
    Por ver em Lisboa, um traço
    De mim que daí me veio

    Com os ancestrais, esteio
    Da descendência e passo
    Aos meus. Hoje brindo em laço
    Comigo e o devaneio

    Da querida lisboeta
    Que atiçou a veneta
    Do louco versejador

    Neste blog e o homenageia
    Com os versos desta veia
    Que tem, por Lisboa, amor.

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar

Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo