31/07/16

Peripécias com a colega de casa # 1


Íamos a andar no carro e, de repente, a minha amiga tranca as portas. Digo em tom de  brincadeira:

- Eh lá, estás com medo?

- Pois... tenho medo que te roubem, estás tão gira!

Caso para dizer que foi a risada total. Digam lá, com uma amiga assim, quem é que não fica com o ego cheio, hã?

29/07/16

O ritual


Após um longo dia no trabalho, o duche nocturno sabe-me pela vida, especialmente numa noite quente de Verão. 
Depois de um dia merdoso - faz parte não é? - consigo arranjar cabeça para pegar no caderno e na caneta, atacando a brancura da folha até de madrugada. Já valeu a pena :-) 

27/07/16

Dos sonhos que se concretizam


Quando uma amiga me vem oferecer um exemplar do livro dela  já publicado. O meu coração enche-se de alegria, porque se há quem goste do mundo da literatura e das palavras é ela. 

É também uma prova que aquilo que queremos é possível. Que é alcançável. Basta trabalhar por isso e, acima de tudo acreditar, mesmo quando parece que o mundo está contra nós. (Eu sei, esta é a parte difícil!)

Um dia, vai ser o meu livro nas mãos dela :-)

 

21/07/16

Eterna trapalhona

                                             Yvonne Strahovski
 


Em dois meses:

- Parti um prato e lasquei outro.

- Torci o pé esquerdo em Junho.

- Parti a pega da porta da máquina (em minha defesa, tenho a dizer que já tinha sido arranjada anteriormente mas eu não sabia).

- Torci o pé direito em Julho, antes de fazer um exame. Só mesmo naquela para dar sorte. Ah, e acabei com o joelho esquerdo todo esfolado.

- Esqueci-me das chaves três vezes na mesma semana sendo que, à terceira, foram as chaves e o telemóvel. 

Digam-me, por favor, que não sou a única assim. 

19/07/16

Summer


Não é das minhas estações favoritas mas tem muita coisa boa mesmo: as noites quentes, a praia, as gargalhadas, os gelados,  as brisas frescas ao anoitecer, o cheiro a peixe grelhado, a roupa fresca, as noites a escrever, o convívio, a passear no boguinhas ao fim do dia.

Com boa música e com aqueles que amo comigo, mas isso é nas quatro estações do ano, claro :-)

E por aí, como está a correr o vosso Verão? 

16/07/16

Blogilates

Vamos pôr isto desta forma: na casa onde vivia, não tinha grande espaço para fazer exercício físico. Era impossível esticar uma perna ou um braço sem derrubar qualquer coisa, o que muito sinceramente desmotivava um bocado a coisa. Agora, na casa onde estou actualmente, tenho bem mais espaço. 

Sempre adorei treinar com a Cassey Ho, com os seus exercícios de Pilates e Cardio. Bastante divertidos, dinâmicos e eficazes. Tanto para quem quer perder peso ou, no meu caso, tonificar o corpo. 

Acaba por ser um universo dela, com receitas, calendários, redes sociais e dicas saudáveis. Só me falta a coragem para começar. O meu raciocínio é que se o fizer agora, em Setembro já terei resultados e serei uma pessoa tonificada, com uma alimentação equilibrada (com alguns deslizes, o açúcar é uma coisa tramada, sabem?) e digna de capa de revista. 

Podem consultar tudo aqui


 Now.... who's with me? :D

08/07/16

***


Às vezes, o que conta são as pessoas. As pessoas que conheces e o que aprendes com eles, a partilha de experiências, a troca de sorrisos e a cumplicidade que se cria com o tempo ou com as circunstâncias da vida.

Nunca tive tão consciente disso como agora.
 

04/07/16

Das boas amizades

 

Há uma altura em que os teus amigos - daqueles com A grande mesmo - tornam-se também na tua família. São aqueles que te conhecem bem, que sabem quem tu és, que te aceitam, que te amam. No matter what.

É mesmo das melhores sensações do mundo. 
Devaneios Lisboetas. Com tecnologia do Blogger.

Vamos devanear?

devaneioslisboetas@gmail.com

Acerca de mim

A minha foto
"Eu desejava dizer muitas coisas à rapariga que roubava livros, acerca de beleza e brutalidade. Mas o que podia eu dizer-lhe acerca dessas coisas que ela não soubesse já? Queria explicar-lhe que estou constantemente a sobrestimar e a subestimar a raça humana - que raramente me limito a estimá-la. Queria perguntar-lhe como podia a mesma coisa ser tão horrível e tão gloriosa, e as suas palavras e histórias tão nefandas e tão brilhantes", Mark Zusak em " A Rapariga que roubava livros"

Blogging.pt

Blog Portugal

A devanear comigo